Zezé Camarinha arrasa portuguesas “Mas alguém se interessa pelas mulheres que cheiram mal da boca”

Zezé Camarinha arrasa portuguesas “Mas alguém se interessa pelas mulheres que cheiram mal da boca”

Nos anos 80 (e até nos anos 90), Zezé Camarinha envolveu-se com muitas mulheres de várias nacionalidades, sendo um verdadeiro conquistador. A praia da Rocha era o seu local preferido para engatar as mulheres estrangeiras. Mas, há cerca de 8 anos, ele apaixonou-se verdadeiramente.

“Nunca tive nenhuma a não ser esta [referindo-se a Tatiana, de origem ucraniana]. Era tudo passageiro e descartável. Ela também vinham aí de férias para isso mesmo… Achava que ia morrer sozinho , porque pensava que não ia encontrar um ideal de mulher e encontrei. Caiu-me do Céu”, confessa. Das suas relações nasceram algumas crianças, mas Zezé Camarinha apenas conhece dois filhos.

“Estão lá para o estrangeiro. Tenho alguma ligação, mas pouca. Sei que tenho 2 filhos, mas as mães envenenaram-lhes a cabeça. Um dia, apareceu-me aqui um maluco, aos gritos, a dizer que eu era pai dele, que a mãe dele tinha dito que eu é que era o pai. Tive que fugir daqui.”, disse.

Em relação às mulheres portuguesas, Zezé Camarinha não perdoa. “São muito piores! Antigamente as estrangeiras perguntavam-me onde é que estavam as mulheres portuguesas e eu dizia que elas não gostavam das palhaçadas que as ‘camones’ faziam. Hoje, fazem tudo e mais alguma coisa. Isso faz com que se perca o interesse todo nas mulheres… Então, mas alguém se interessa pelas mulheres que cheiram mal da boca, que andam a fumar, que vão para o casino? Mas essas mulheres interessam a alguém?”.

Deixe um comentário