TRIBUNAL: ex-militar da GNR ESPANCA mulher grávida por comer bananas

TRIBUNAL: ex-militar da GNR ESPANCA mulher grávida por comer bananas

Durante 12 anos, um ex-militar da GNR espancou a sua mulher através de murros e pontapés. Tudo aconteceu, quando o casal esteve emigrado em Inglaterra com os seus três filhos, bem como quando vivia em Chaves.

Num dos episódios de agressões violentas, a mulher estava grávida. O ex-militar empurrou-a das escadas abaixo por ter comido…bananas! Afinal, o ex-militar queria comê-las e comprou-as com esse objetivo.

No Tribunal de Vila Real, o ex-militar foi condenado a 4 anos de prisão efetivas. Contudo, afirmou ser inocente e ele próprio ser vítima de violência. Desta forma, conseguiu reduzir a sua sentença para 3 anos.

De acordo com um relatório jurídico, a própria filha mais nova do casal também foi vítima de agressões por parte do pai.

Deixe um comentário