Sara Barradas relata que mãe é “uma lutadora, incapaz de ludibriar terceiros… devia ser absolvida”

Sara Barradas descreve a mãe como “uma lutadora, incapaz de ludibriar terceiros, reforçando a boa-fé que subjaz as suas relações… afável, trabalhadora e boa mãe” num relatório psicológico e social solicitado pela defesa de Felisbela Dias.

A filha acha que a progenitora deveria ser “absolvida” e que até lhe chegou a emprestar dinheiro para a sua defesa. Embora, José Raposo e Sara Barradas tenham sido lesados em cerca de 13.500 euros, nunca apresentaram queixa.

Por outro lado, a ex-mulher de José Raposo, Maria João Abreu também foi lesada em cerca de 18 mil euros e acabou por apresentar queixa para lhe devolverem o dinheiro e ainda “cinco mil euros em danos não patrimoniais”.

Sara Barradas ficou com a guarda da irmã mais nova de 5 anos e a mãe foi condenada a 7 anos de prisão.

You may also like...