São estas as exceções previstas na lei que permitem a deslocação

O primeiro dia de confinamento continua com muita gente nas ruas. A regra principal é de não sair de casa, mas são muitos os que estão a ignorar a medida,  conforme informa a Record TV Europa.

Recordamos aqui as exceções previstas na lei permitem a deslocação:

Exceções estabelecidas na lei: 

Ir às aulas (universidade ou estabelecimento escolar)
Levar as crianças à escola ou creche
Ir trabalhar (sempre que não haja possibilidade de teletrabalho)
Comprar bens essenciais
Ir à farmácia
Transporte de outra pessoa ao médico ou para dar sangue
Aceder a serviços públicos
Procurar emprego e responder propostas de trabalho
Prestar assistência a vítimas de violência doméstica, tráfico de seres humanos ou para proteger jovens em perigo
Prestar assistência a pais, filhos, idosos dependentes e pessoas vulneráveis
Realizar partilha de responsabilidades parentais
Praticar exercício físico e desporto ao ar livre
Participar em cerimónias religiosas
Fazer voluntariado
Visitar pessoas institucionalizadas em lares, unidades de cuidados continuados ou centros de dia
Passear o animal de estimação de forma rápida, perto de casa e sozinho
Ir ao veterinário
Prestar assistência a animais ou associações zoófilas
Cumprir o exercício de titulares de órgãos de soberania
Ir aos correios, ao banco ou agentes de seguros
Entrar ou sair do país
Se for jornalista ou força de segurança
Para participar em ações campanha eleitoral ou para ir votar.

Este confinamento está previsto até 30 de janeiro, sendo revisto daqui a 15 dias.

You may also like...