Ruth Marlene em lágrimas “Queriam-me magoar, conseguiram”

Através das redes sociais, Ruth Marlene respondeu às críticas que é alvo, desde a reportagem que aceitou fazer para a SIC sobre a sua terra natal, o Barreiro. “Fui convidada para fazer uma entrevista sobre a minha vida pela SIC e agradeço imenso o convite. Pediram-me para escolher uma cidade e eu escolhi a minha terra natal, o Barreiro.

“A reportagem saiu e tenho sido alvo de críticas, tem sido terrível porque já há grupos contra mim. ‘Porquê a Ruth Marlene? Há coisas mais importantes a serem faladas no Barreiro do que a vida da Ruth Marlene’. Acho triste. Eu que fui nascida e criada no Barreiro não posso fazer parte da minha terra natal. Existem grupos no Facebook contra mim, a ofenderem-me, a dizerem que eu nem devia fazer parte do Barreiro, porque não sou importante.

Eu não sou mais do que ninguém, mas a entrevista era sobre a minha vida. Escolhi o Barreiro porque amo a minha terra natal. Foi lá que eu nasci e é lá que eu quero morrer. Queria-me magoar, conseguiram. Obrigada. O meu objetivo neste mundo é tentar alegrar os vossos corações e cantar. É transmitir a minha alegria, mas não façam sofrer o meu coração. Amem-se e sejam felizes”, disse em lágrimas.