Menina emociona Internet ao defender colega que tem dois pais!

Menina emociona Internet ao defender colega que tem dois pais!

Um programa espanhol retrata uma reação emocionante de uma menina de apenas oito anos quando se intromete numa discussão devido ao facto de uma amiga sua ter dois pais. Rocío deixou todos emocionados com a sua maturidade e está a tornar-se um fenómeno nas redes sociais. a menina não sabia que estava a ser filmada para um programa de televisão “Gente Maravilhosa”.

Com unhas e dentes, defendeu uma colega que estava a ser humilhada por outra por ter dois pais e não um pai e uma mãe. O episódio emitiu a 21 de junho, e desde aí que têm chovido elogios à prestação de Rocío. Pois com oito anos teve a coragem de proteger alguém que nem conhece, mostrando que a diferença apenas existe no olhar de que a vê!

 

A menina pensa estar numa simples aula de dança com as colegas e a professora, quando foi surpreendida pela chegada de uma menina à sala, acompanhada dos seus dois pais. Depois uma das crianças presentes na aula (pertencia ao programa), começou a rebaixar a menina, dizendo que não a queria ali por não ser normal, tendo inclusive ofendido a menina.

Inicialmente a menina é confrontada com perguntas intrusivas, como quem era os dois homens que a acompanharam, tendo ela respondido. “São os meus pais. O meu papi e o meu papá”.

Os ataques prosseguem, até que a pequena Rocío entra em ação… “Qual é o problema dela ter dois pais? O que te importa isso? Não te importa nada, digo eu! É uma família como as outras”. Isto visivelmente emocionada pelo que está a dizer…

Há uma altura mais forte em que a menina que está a atacar a colega diz não querer dançar com ela, por ser um “bicho raro”. Aí Rocío, pega na mão da colega e diz “Pois então, ela dança comigo. E não é um ‘bicho raro’, por isso cala essa boquita”.

Até ao fim do programa Rocío defende a nova amiga afincadamente, até que a produção decide interromper, sendo que a professora pergunta o que se passa. “Porque está assim minha querida? Porque a defendes?”.

Ao que Rocío explica “Porque não gosto. Não gosto que digam estas coisas a uma pessoa”, até que uma menina com trissomia 21 a abraça e ela diz “É a minha irmã (…) também tenho de a defender muitas vezes porque as pessoas acham que ela é diferente só porque tem uma síndrome. Mas ela é uma pessoa normal”.

 

Deixe um comentário