Portugueses são agredidos em Timor e acusados de terem levado o Covid-19

Acusados de serem os responsáveis da chegada do Coronavírus a Timor-Leste, alguns professores portugueses foram violentamente agredidos e ameaçados por alguns populares, avança o jornal Público.

Os professores portugueses já pediram ao Ministério dos Negócios Estrangeiros o repatriamento urgente e, desde domingo, eles encontram-se num hotel em Díli, capital de Timor-Leste.

Na rua, os portugueses são apelidados de “coronas”. Através de um protocolo entre o Governo de Portugal e o Governo de Timor-Leste, cerca de 140 professores dão aulas neste país!

You may also like...