Português libertado de pena perpétua mata a segunda mulher

Hugo Quintas foi condenado a prisão perpétua em Inglaterra, em 2006, por ter degolado a namorada grávida. Na altura, o homem natural do Porto tinha 25 anos. 

O ataque foi motivado por ciúmes. O jovem pediu extradição para Portugal e em 2014 foi-lhe concedida a liberdade condicional.

Foi para Holanda onde matou, no final do ano passado, a segunda mulher. A holandesa já tinha pedido ajuda por estar a ser perseguida, desconhecendo-se a intimidade que tinham. A jovem foi esfaqueada e Hugo fugiu para a Espanha.

Assim que foi detido confessou o crime e está em prisão preventiva. No entanto, arrisca novamente uma condenação a prisão perpétua por homicídio qualificado.

 

You may also like...