Estudo assegura “Ponto G feminino não existe”

Um novo estudo feito na Universidade de Rutgers, em Nova Jérsia, assegura que o famoso “ponto G” que dá prazer às mulheres, afinal… não existe! “Não passa de um mito…é uma distribuição de nervos”, confirma o estudo.

O responsável desta investigação, Barry Komisaruk acompanhou 17 mulheres de meia idade. E, para o jornal The Sun, o investigador afirma “Não existe. Nunca se pode pensar na se1ualidade como sendo um botão de elevador ou o interruptor de electricidade. Não é um aspeto único, mas sim uma conjugação, de todas as terminações nervosas”.

Por sua vez, outro estudo feito na Turquia também assegura que as provas da existência do ponto G feminino são “fracas e insuficientes”.

You may also like...