Pêpê Rapazote assume “É o gajo com quem queremos estar”

Pêpê Rapazote assume “É o gajo com quem queremos estar”

Para o programa “Alta Definição”, Pêpê Rapazote esteve a conversar com Daniel Oliveira. O seu talento é reconhecido além-fronteiras, nomeadamente através da série Narcos. “Temos uma incapacidade constante de pôr uma marca lá fora. E esse é um grande orgulho meu”, referiu o ator português.

“O ego não é o que as pessoas pensam. O ego serve para nos dar estrutura, serve para ter auto-confiança, serve para sabermos as nossas valências, aquilo em que somos bons e em que somos maus. Se formos seguros de nós mesmos podemos dizer que eu tenho um ego com fundações, sólido. O ego é aquilo que me permite estar tão seguro de mim que vou ser o mais generoso que puder para contigo. É para isso que serve o ego: para ter a certeza que estou tão bem que consigo te ajudar a ti”, sublinhnado a importância de ser um ator seguro de si mesmo.

Em relação a Mafalda Vilhena, com quem teve duas filhas confessa “Tenho pena de não estar num sítio tanto tempo para poder levar a família. Falo com a Mafalda, via WhatsApp como se estivesse com ela ao lado. Mas não deixa de ser uma solidão que é ‘quem me dera que estivesses aqui comigo a viver isto’. Somos um dominó de duas peças, extremamente complexas. E ela veio a ser a minha cara metade. Foi a que se moldou mais. Não só nos encaixamos muito bem, como sempre alguém que sai do encaixe sou eu. Cobriu todas as saídas de emergência. O segredo é gostar e enquanto se gostar não há esforço nenhum”.

Entre risos, Pêpê Rapazote elogia a mulher “A Mafalda é o gajo com quem queremos estar. A companheira da vida. A Mafalda é o gajo”.

Deixe um comentário