Virologista admite “Fase em que podemos retirar as máscaras…Até podíamos tê-lo feito antes”

O virologista Pedro Simas aborda o fim da obrigatoriedade de utilizar máscara. “Na minha opinião, acho que não é precoce. Ter o confinamento e as medidas de restrição ligadas à percentagem de vacinação… penso que deveriam estar ligadas à eficácia que essa percentagem de vacinação tem na sociedade. Nomeadamente em termos de Unidades de Cuidados Intensivos e internamentos em enfermaria geral e o que estamos a ver é que há, cada vez mais, um decréscimo.

Nesta fase em que estamos com taxas de vacinação muito altas… vê o efeito que isso está a ter na sociedade… Aliás, são as infeções a circular na comunidade – é essa infeção basal -, que permite que a imunidade seja mantida.

Estamos com números muito estáveis e estamos numa fase em que podemos retirar as máscaras, pelo menos no exterior… Até podíamos tê-lo feito antes… não é tanto a percentagem de vacinação, mas o efeito que essa percentagem tem na sociedade”, afirma.