Passa último dia de vida a corrigir testes para não prejudicar os alunos

Um professor descobriu que não lhe restavam muitos dias de vida e decidiu corrigir o mais rápido possível os testes dos seus alunos para não os prejudicar. 

A história foi contada pela própria filha de Alejandro Navarro  nas redes sociais. “Ele responderia às perguntas e retomava as suas notas. A última vez que o vi foi segunda-feira e ele passou as duas horas que eu estive em casa dele a trabalhar. Queria ter-lhe fechado o computador e ter usufruído do tempo que restava com ele”, contou a jovem.

“És substituível no trabalho, não és substituível em casa. Pai, vais fazer muita falta. Amo-te”, escreveu ainda, alertando para as horas extraordinárias que muitas professores fazem.

 

You may also like...