OMS identifica nova “variante” de Covid-19 e chama-lhe “Mu”

O relatório da OMS divulga que “desde a sua identificação, existiram alguns casos esporádicos da variante Mu e alguns surtos maiores reportados noutros países da América do Sul e Europa”.

A nova variante do SARS-Co V-2 chama-se B.1.621 e foi identificada pela primeira vez na Colômbia em janeiro. “Tem uma constelação de mutações… semelhante à observada na variante Beta”, lê-se no boletim epidemiológico semanal da OMS. “Ainda que a prevalência global da variante Mu entre os casos sequenciais tenha descido e esteja atualmente abaixo dos 0,1%, a prevalência na Colômbia (39%) e Equador (13%) tem aumentado consistentemente.

Todos os vírus, incluindo o SARS-CoV-2, o vírus que causa a Covid-19, sofrem mutações ao longo do tempo. A maioria tem pouco ou nenhum impacto nas características do vírus. No entanto, algumas mudanças podem afetar as propriedades do vírus, como a sua capacidade de propagação, a gravidade da doença que causa ou a eficácia de vacinas, medicamentos, ferramentas de diagnóstico ou outras medidas para combatê-lo.”, explica a OMS.