Mulheres cortaram os dedos ao jovem morto para transferir dinheiro

O caso está a chocar o país. Diogo Gonçalves foi morto por asfixia e desmembrado, tendo as partes do corpo espalhadas por vários locais do Algarve. As duas jovens cortaram os dedos da vítima depois de morto, para conseguir transferir o dinheiro. 

As mulheres, de 19 e 23 anos,  usaram impressão digital para desbloquear telemóvel de Diogo e conseguir assim aceder à conta bancária do jovem que tinham acabado de matar. A informação é avançada pelo Correio da Manhã que acrescenta ainda que o crime ocorreu na casa onde a vítima residia, em Algoz, Silves.

You may also like...