Marques Mendes ataca Ivo Rosa “É um perigo à solta”

Na SIC, quase todo o espaço do comentário político de Luís Marques foi ocupado pela “Operação Marquês”. Disparou para várias direções, mas foi mais duro com o juiz Ivo Rosa. “É preciso voltar a refletir sobre a necessidade de uma lei que venha punir o enriquecimento ilícito. Este caso “ressuscita” o tema. Podemos discutir como deve ser a lei. Mas não a devemos por de parte. Há gente na política que enriquece injustificadamente e não pode ficar impune. Até para defender os que são sérios.

Para Ivo Rosa, José Sócrates é corrupto. Mas, segundo ele, não foi corrompido pelo Grupo Lena nem por Ricardo Salgado nem pelos investidores de Vale do Lobo. Foi corrompido, disse o juiz, pelo seu amigo Carlos Santos Silva. O mesmo amigo que nas escutas telefónicas funcionava não de corruptor mas de “testa de ferro” de Sócrates. Parece brincadeira. Mas pior é isto: foi corrompido mas não será julgado.

Isto parece uma rábula de Ricardo Araújo Pereira. É corrupto? É. Vai ser julgado? Não. Há corrupção? Há. Vai ser julgada? Não
Mega processos são bons para o impacto mediático. Mas são maus para o efetivo combate à corrupção. Este é um vício enorme do nosso Ministério Público. Alguma vez no Governo Sócrates alguma questão importante era decidida sem ouvir o primeiro-ministro? Este juiz ou é ingénuo ou faz-se de ingénuo ou vive num mundo à parte. Em qualquer dos casos, um homem assim é um perigo à solta”, disse.

You may also like...