Jessica Athayde admite “A gravidez para mim foi como uma doença”

No “Alta Definição” da SIC, Jessica Athayde foi a convidada de Daniel Oliveira e abriu o coração em relação a pai do seu filho, Diogo Amaral. “Eu senti que não era justo, porquê? Eu queria tanto este filho. Eu amava tanto o pai do meu filho. Queria que o meu filho crescesse com os pais juntos e isso não acontecer para mim foi.

A minha separação foi uma separação triste, não foi por falta de amor. Comecei a perceber que a adição é uma doença para a vida. Ele estava a fazer o caminho dele e esse caminho não estava a ser compatível com o facto de ter um bebé pequeno. Tive de tomar uma decisão dura. O mais importante é que o meu filho crescesse num ambiente certo”, desabafou.

Já a ex-namorada de Diogo Amaral, Vera Kolodzig também já tinha referido o problema de adição. “O Diogo tinha um problema de adições e claro que isso afetava as relações. O amor verdadeiro é amar-me a mim própria também. É colocar o interesse das crianças à frente dos nossos e das nossas dores”, disse.

You may also like...