Homicida afirma que pensava que vítima estava a fingir e descobriu que a matou pela CMTV

Ilídio Barbosa explicou em tribunal que ia vender droga a Nuno Rocha quando este o tentou roubar. Garantiu que agiu para evitar o roubo, mas nunca pensou que tivesse acabado com a vida da vítima. 

O homem explicou em tribunal que pensava que a vítima estava a fingir-se de morto e ó percebeu que era verdade quando ligou a televisão. “Soube que o matei quando vi na CMTV”, disse.

O crime aconteceu em novembro de 2020, em Paredes, e o suspeito de homicídio está agora a ser ouvido.

 

You may also like...