Futebolista nega-se a homenagear Diego Maradona “Não o farei por um violador”

Na última quarta-feira, Diego Maradona morreu aos 60 anos. Este fim de semana foi repleto de homenagens, mas houve uma futebolista de 24 anos que decidiu rumar em sentido contrário.

Paula Dapena da Viajes Interrías FF disputou um jogo de preparação contra o Deportivo de la Coruña e recusou-se a respeitar um minuto de silêncio em memória de Maradona. Como forma de protesto, sentou-se no relvado e de costas paras as restantes jogadoras.

“Há poucos dias, no dia da eliminação da Violência de Género não se realizaram gestos como estes e se um minuto de silêncio não é feito pelas vítimas, não estou disposta a fazê-lo por um agressor.

Eu recuso-me a guardar um minuto de silêncio por um violador, pedófilo e abusador, por isso só tinha que me sentar no chão e virar as costas. Para ser jogador há que ser primeiro pessoa e ter certos valores, mais do que habilidades, como as que ele (Maradona) tinha, que sabemos que eram grandes qualidades e dons futebolísticos espetaculares”, esclareceu a jogadora.

You may also like...