Homem que matou Bruno Candé condenado a 22 anos e 9 meses de prisão

Evaristo Marinho, o homem acusado de ter baleado mortalmente o ator Bruno Candé, em julho do ano passado numa rua de Moscavide, foi condenado a 22 anos e nove meses de prisão. 

O homem foi condenado a 22 anos e nove meses de prisão por homicídio e mais dois por alma ilegal. Segundo o Correio da Manhã, os três filhos da vítima receberam 160 mil euros de indemnização.

Também é notícia: Serial Killer procurado há 20 dias morre após troca de tiros com a polícia

You may also like...