Valentina: Pai condenado a 25 anos de prisão, madrasta a 18 anos de prisão

Terminou o julgamento do pai e da madrasta de Valentina, os dois acabaram condenados por homicídio qualificado, sendo que o Pai, foi condenado a pena máxima, 25 anos de prisão e a madrasta a 18 anos e nove meses de prisão.

Foram considerados culpados por homicídio qualificado da menina Valentina em 2020, crime de abuso e simulação de sinais de perigo, profanação de cadáver, e o pai ainda por violência doméstica. Depois de lida a sentença, o advogado do pai de Valentina diz que não sabe se irá recorrer “Isso tem de ser pensado”.

 

Segundo o relatório da autópsia citado pelo MP, a morte de Valentina “foi devido a contusão cerebral com hemorragia subaracnóidea”. O casal escondeu o corpo da Valentina numa zona florestal, na serra d’El Rei (concelho de Peniche), e combinou, no dia seguinte, alertar as autoridades para o “falso desaparecimento” da criança.

 

You may also like...