Autarca de Ovar sugere cerco sanitário a Lisboa

Em março a cidade de Ovar foi imposta uma cerca sanitária, agora, a ver o mesmo a acontecer em Lisboa, Salvador Malheiro, questiona “Estão à espera de quê? Lisboa está a colocar em risco todo o país”. Salvador Malheiro compara os dados de Lisboa e Vale do Tejo com os casos positivos de Ovar a 17 de março.

Foi nas redes sociais que o autarca mostrou a sua indignação. “Em 17 de março, percebeu-se a necessidade do cerco, em Ovar. Éramos o único Município, de Portugal, em contaminação comunitária. Depois, todo o País passou a essa condição. Não fazia sentido fazer mais cercos e, entretanto, tudo melhorou”, escreveu.

 

Certo de que neste momento Portugal não tem contaminação comunitária acrescenta “Quando foi decretado, o cerco no nosso Município, tínhamos 25 casos em 55 mil habitantes (0,045% da população). Só nos últimos 10 dias, o concelho de Lisboa registou mais de 340 casos para 540 mil habitantes (0,06%)! Agora, estão à espera de quê? Ou só houve coragem para fechar Ovar?”.

 

Salvador Malheiro indignado por ainda não ter sido imposto o cerco sanitário a Lisboa tal como aconteceu com a sua cidade

 

You may also like...