Empregada de limpeza recorda terror vivido em bairro do Porto

Caso chocou na região do Porto, nomeadamente no Bairro Pinheiro Torres. Pois a empregada de limpeza foi torturada durante 10 horas pela rainha da droga e pelo ex-companheiro desta. Foi um terror vivido a 2 de junho de 2016.

Durante o depoimento contou o terror por que passou “Fui agredida com uma chave de tirar rodas do carro e com o pau de um para-vento. Fui colocada na água do mar durante uma hora e o arguido ainda foi buscar uma faca e disse que me ia cortar as orelhas”.

 

O crime teve origem no facto da arguida, que é cabeleireira e o seu filho, terem pedido à vítima para lhes guardar uma bolsa com droga. Esta aceitou, escondeu o produto e em troca receberia 100€.

Mas o produto desapareceu. Acabaram por a torturar para esta confessar onde estava a droga. A empregada de limpeza chegou a ficar inconsciente. “Eu já não tinha forças. Já nem o meu corpo sentia. Num miradouro, em Crestuma, chegaram duas mulheres mascaradas junto de nós e uma deu-me com uma taser na cabeça e perdi os sentidos”.

No início do julgamento, a ‘rainha’, de 43 anos, o ‘ex’, de 44, e o filho dela, de 24, não quiseram prestar declarações. Estão em liberdade e respondem por sequestro agravado, coação e tráfico de estupefacientes. Só mãe e filho lucraram, pelo menos, 56 mil euros com o crime.

 

You may also like...