Falha de oxigénio em oxigénio mata doentes com Covid-19 nos Cuidados Intensivos de Hospital

Incidente ocorreu em hospital egípcio, sendo que todos os doentes que estavam internados na Unidade de Cuidados Intensivos em Hospital do Omã morreram no sábado depois de uma falha no fornecimento de oxigénio. Os níveis de oxigénio baixaram dos 2% no Hospital Central Al-Husseiniya, e os doentes não resistiram.

A situação foi denunciada nas redes sociais por um familiar de um dos doentes internados. E mostram os profissionais de saúde, exaustos, a tentar reverter a situação! O homem que filmou disse que “‘Todos estão mortos. Todos na Unidade de Cuidados Intensivos morreram. Restaram apenas as enfermeiras. Ninguém sobreviveu”.

 

Segundo os media, o homem acabou por ser chamado a prestar declarações, tendo mesmo sido detido. Mas sem confirmação oficial.

Da parte do hospital, o diretor, afirma que os doentes morreram de causas naturais, idade avançada, doenças crónicas e negou as falhadas de fornecimento de oxigénio àquela unidade. Também a ministra da saúda egípcia negou tal falha!

Mas segundo o Middle East Eye, nos últimos anos, este hospital foi alvo de várias queixas de negligência e más condições sanitárias! Dizem mesmo que as falhas no fornecimento de oxigénio são comuns nos hospitais públicos do Egipto!

 

You may also like...