Bens passam a ter garantia de 3 anos a partir de 2022

Decreto-lei está em consulta pelo conselho do consumo e irá incluir aumento da garantia para 3 anos, com o aumento do prazo de devolução pode defeito ou avaria para 30 dias e ainda inclui o apoio à manutenção!

Mudanças que irão vigorar a partir de 2022, em que o consumidor passará a ter mais direitos sobre os bens móveis, como eletrodomésticos ou equipamentos digitais. Entre as medidas destaca-se o aumento da garantia dos produtos novos ou recondicionados de dois para três anos.

Sobre as peças sobresselentes devem estar disponíveis por um período de 10 anos para “contribuir para uma maior durabilidade dos bens e promover a reparação dos mesmos”.

 

Mudanças nas garantias de bens e peças sobresselentes