Alex Ferguson esteve às portas da morte

Depois de sofrer um hemorragia cerebral Alex Ferguson esteve dez dias sem falar, e segundo o próprio conta agora, estava vivo, mas sozinho! Caso para dizer que esteve mesmo às portas da morte, mas conseguiu regressar!

Foi a 5 de maio de 2018 que tudo aconteceu, ele foi operado de urgência a uma hemorragia cerebral, e agora revelou tudo na primeira grande entrevista desde o sucedido. Ele que viu a equipa médica dar-lhe apenas 20% de probabilidade de sobreviver, mas venceu a batalha, mesmo tendo estado 10 dias sem conseguir falar e com algumas perdas de memória.

Recordou: “Essa foi uma grande preocupação para mim. Aconteceu depois da operação, quando perdi a voz. Foi a parte mais assustadora. Sabia que estava vivo, mas sozinho, e comecei a pensar ‘Será que me estão a dizer a verdade?”

A operação foi um sucesso, mas estás no meio daquela solidão. Pode ser assustador. Quando perdi a minha voz, pensei ‘Eles nunca me disseram que isto poderia acontecer’”.

A terapeuta de fala veio todos os dias e era fenomenal. Fez-me escrever todos os nomes da minha família e dos meus jogadores. Depois, começou com animais, peixes e pássaros para ver se me lembrava dos nomes. Gradualmente, recuperei a voz, mas o mais importante era a memória”.

 

You may also like...