Flávio Furtado critica TVI

Em direto na TVI, Flávio Furtado, criticou o canal pela forma como noticiou a entrada dos concorrentes Paulo Válter e Diogo Machado em “O Amor Acontece”. Diz ele que nada evolui…

Uma crítica que fez antes de falar sobre o novo casal no formato. Disse “Eu vou referir-me sempre a estes dois concorrentes como um casal. Ponto. É-me indiferente se são homossexuais, heterossexuais ou ‘confusossexuais’. Para mim, são dois concorrentes”.

“Ontem [domingo, dia em que Paulo e Diogo entraram na Casa do Moinho] fez-se um carnaval de Norte a Sul do país, na imprensa, nos media, nas redes sociais. A própria colega [Helena Isabel, que também estava presente em estúdio] fez questão de parabenizar a TVI, ontem à noite, pela escolha de um casal gay. Eu acho que é só ridículo. E enquanto se fizer notícia porque um canal de televisão escolhe um casal gay é sinal que está tudo parado e nós não evoluímos desde o abril de 1974”.

Foi depois mais longe e criticou o canal… “Eu não sei se amanhã voltarei a ser chamado para estar aqui depois daquilo que eu vou dizer, mas quando vejo o próprio canal a fazer um promo que diz assim ‘primeiro casal gay n’O Amor Acontece’, é sinal que estamos parados no tempo e de que nada evoluiu. Não é casal gay, não é casamento gay, é casal. Ponto”.

“Gostava que as pessoas que me conhecem há 14 anos em televisão percebessem que eu vou dar a minha opinião de forma imparcial. Não me venham depois dizer que eu sou homofóbico, até porque eu não falo muito publicamente sobre a minha vida – porque não tenho de o fazer -, mas também não escondo nada e as pessoas sabem tudo e mais alguma coisa sobre mim”, terminou.