Enfermeiro troca sangue para safar médico

Após ter sido detido a conduzir bêbado, com uma taxa de 1,56g/l medidas aquando o “soprar do balão” em frente às autoridades, o clinico pediu contraprova com análise de sangue. Esta contraprova foi tirada no Hospital de Coimbra e veio negativa.

Em causa está o facto de o sangue analisado, ser o de um enfermeiro de 40 anos que tirou o seu próprio sangue para safar o amigo médico. Os dois estão agora acusados de fraude. Pois o médico foi apanhado a conduzir sob efeito do álcool.

 

Os dois são arguidos num processo, que envolve ainda um outro enfermeiro do mesmo hospital, em que estão em causa os crimes de favorecimento pessoal por funcionário, abuso de poder e condução perigosa.

 

You may also like...