Emigrante de risco fura quarentena

Acabou detida na via pública por estar a furar o seu isolamento. É que aquando do regresso foi aconselhada a ficar em casa, em quarentena, mas resolveu quebrar a quarentena e acabou constituída arguida por crime de desobediência.

Desde que foi instaurado o estado de emergência que já foram detidas 16 pessoas pelas forças de autoridade. Esta emigrante de 40 anos tinha regressado de França no sábado com o marido. Entrou em Chaves, e foram identificados e avisados de que estavam obrigados a um período de quarentena por terem vindo do estrangeiro e por terem atravessado duas áreas de risco.

 https://www.diarioluso.com/wp-content/uploads/2020/03/quarentena.png

Só que no dia seguinte, militares da GNR foram avaliar o cumprimento da quarentena e verificaram que a mulher estava em plena via pública, violando o dever de isolamento. Acabou detida e constituída arguida.

  

You may also like...