Cristiano Ronaldo pode estar livre das acusações de Kathryn Mayorga

Juiz quer arquivar processo de violação e a culpa é dos advogados

Português pode vir a ficar livre das acusações de Mayorga, que o acusa de violação num quarto de hotel em Las Vegas em 2009. O juiz diz que a acusação tem por base documentos roubados…

Segundo a imprensa internacional, o processo que opõe CR7 e Mayorga pode estar prestes a terminar, pois o Juiz recomendou o arquivamento do caso civil, pois alguns dos documentos apresentados pela acusação, em que revelam conversas entre o jogador e os seus advogados, foram roubados.

“Rejeitar o caso de Kathryn Mayorga apenas pela conduta inapropriada do advogado é um resultado duro, mas é infelizmente a única sanção apropriada para assegurar a integridade do processo judicial”, disse o juiz do Nevada, Daniel Albregts.

Os advogados de Mayorga têm agora 14 dias para contestar a decisão do juiz se realmente quiserem prosseguir com a acusação contra o craque português, que desde inicio se revelou inocente das acusações.

De lembrar ainda que a norte-americana assinou um contrato de confidencialidade em 2010, em que recebeu cerca de 324 mil euros, mas acabou por acusar o jogador em 2018, exigindo uma indeminização superior a 64 milhões de euros pela dor e sofrimento causados.