Empresa chinesa de testes rápidos mentiu por escrito a Espanha

Garantia de que testes tinham eficácia de mais de 90% está registada em documento por escrito pela bioeasy biotechnology. A denúncia foi feita pelo jornal El Mundo, que diz que por escrito a empresa chinesa garantiu que os testes rápidos tinham uma precisão superior a 90% se uma pessoa está ou não infetada pelo novo coronavírus.

É que Espanha comprou mais de 640mil testes de diagnóstico rápido e 58 mil dos quais chegaram na semana passada, mas acabaram por não passar no controlo de qualidade, e a fiabilidade destes era de apenas 30%! Muito inferior ao garantido pela empresa.

 

You may also like...