Incêndio “Castro Marim” não dá tréguas

Segundo a Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil o fogo de Castro Marim foi controlado esta manhã, tendo apenas uma frente ativa. Sendo que chegou a estar dividido em cinco zonas distintas!

A atual frente ativa, tem cerca de 8km, a sul da A22, é inacessível aos meios terrestres. No local estão a decorrer trabalhos de combate no perímetro florestal de uma mata nacional, com o apoio de maquinaria pesada. Diversas equipas de apoio de bombeiros estão no local.

Nas restantes zonas de combate estão a decorrer os trabalhos de consolidação, existindo ainda alguns pontos quentes. A autoestrada A22 continua encerrada!

Durante a noite foi necessário evacuar um total de 35 pessoas, sendo que no total foram deslocadas para local seguro mais de 70 pessoas! Foram criadas duas zonas de apoio à população, no Azinhal, Castro Marim, e em Tavira.

O incêndio, que deflagrou na madrugada de segunda-feira, chegou a ser dado como dominado durante a manhã, mas à tarde, com o agravamento do vento e temperaturas elevadas, houve uma “reativação muito forte, em pleno período crítico do dia, junto à cabeça/flanco direito do incêndio original, e este ficou rapidamente fora da capacidade de extinção”.

como a Estrada Nacional 125, entre Conceição de Tavira e Vila Nova de Cacela.

A EN 125 foi, entretanto, reaberta, às 22h37, continuando, no entanto, com circulação “condicionada”, devido à passagem dos meios de combate ao fogo, segundo o comando regional do Algarve, mantendo-se a A22 encerrada.