Motorista da Carris agredido por homem que recusou usar máscara

Condutor da Carris ficou com hematomas visíveis na cara, lábios cortados, mãos arranhadas e fardamento destruído. O jovem responsável pelas agressões acabou detido pela PSP. Pois este agrediu o motorista depois deste lhe ter dito que não podia entrar no autocarro sem máscara.

O homem de 22 anos foi detido por crime de ofensas à integridade física, depois de ter agredido o motorista da Carris em Lisboa. Segundo a PSP, os agentes foram chamados ao local devido a agressões a um funcionário da Carris em Lisboa, na estrada de Benfica.

 

No local, verificaram que o motorista agredido apresentava hematomas visíveis em toda a cara, com os lábios cortados e as mãos arranhadas, além do pólo da farda destruído

O motorista disse que o jovem, depois de ser chamado à atenção por não estar a usar máscara e não poder, dessa forma, entrar no transporte público, partiu de forma violenta para agressão física, atingindo-o na cara com vários socos, “empunhando de seguida uma arma branca com a qual ameaçou os presentes, colocando-se em fuga de imediato”.

Os polícias conseguiram encontrar o suspeito ainda perto do local, onde foi detido. “A arma utilizada no crime foi apreendida já na posse de um outro indivíduo que acompanhava o detido e a quem este a tinha entregue por forma a desmarcar-se da mesma”, indica ainda o comunicado.

 

You may also like...