Hospital de Campanha em Portimão desativado

O Centro Hospitalar Universitário do Algarve desativou no dia de ontem o Hospital de Campanha em Portimão. Maria Vitalina, de 84 anos foi a última doente a sair do hospital instalado no Portimão Arena, depois de este ter sido aberto há um mês e cinco dias para acolher doentes infetados com Covid-19.

Por lá, passaram 170 doentes, de várias zonas do país. Agora, Maria Vitalina, a última doente a sair da estrutura, foi transferida para o Centro de Medicina Física e de Reabilitação do Sul, em São Brás de Alportel.

 

A unidade foi desativada depois de os Hospitais de Faro e Portimão estarem a cerca de 60% da sua capacidade, ou seja, com “capacidade suficiente para acolher doentes infetados”, disse Ana Castro, Administradora do CHUA.

No Hospital de Portimão há 25 doentes internados, 4 deles nos cuidados intensivos. Em Faro encontram-se internadas 112 pessoas, sendo que 19 estão nos Cuidados Intensivos.