Filho mata pai em Algés e mãe defende “Ele matou o monstro. Não se vai arrepender”

Após ouvir o pai ameaçar de morte, vezes sem conta, a irmã e a mãe, ambas vítimas de violência doméstica, um jovem de 23 anos perdeu a cabeça.

O rosto cansado, a voz tremida e as lágrimas pelo rosto abaixo, não deixam dúvidas! A mãe e a irmã estão desfeitas, após a Justiça lhes roubar um filho e um irmão. Estão em choque, uma vez que Tiago matou o pai há uma semana em Algés e admitiu tudo.

Não mostra arrependimento e a mãe desabafa “Ele matou o monstro. Não se vai arrepender”. No entanto, é o jovem quem ficará preso.