Estudantes infetados com Covid-19 são realojados sem condições mínimas

Alguns estudantes que habitavam nas residências universitárias dos serviços de ação social foram infetados com o Covid-19. Desta forma, eles foram “transferidos” para a Pousada da Juventude de Lisboa, mas queixam-se da falta de condições.

Para a CM, a estudante na Faculdade de Letras, Margarida Simões afirmou “Estava na residência do Príncipe Real, na quinta-feira testei positivo e puseram-me juntamente com outras três alunas infetadas num quarto minúsculo onde nem as malas cabiam.

Temos de partilhar uma sanita com todos os que estão neste andar. Tenho restrições alimentares e isso não é tido em conta. Só nos dão arroz com cenoura e tivemos de pedir ajuda a amigos para comer.”.

O reitor Cruz Serra confirmou que a decisão de transferir os alunos com Covid-19 veio da autoridade de saúde. “A decisão é da autoridade de saúde, que gere a operação, provavelmente em conjunto com a câmara. Dos sete estudantes lá alojados, cinco nada reivindicam. Estão a agarrar numa ativista política e a amplificar”, admite.

Veja um dos quartos: