Deputado “Abomino touradas” mas “seria um erro proibi-las”

Deputado “Abomino touradas” mas “seria um erro proibi-las”

O deputado do PCP, Miguel Tiago expressou a sua opinião em relação às touradas. “Abomino touradas, antes de mais. Não gosto da festa nem de praticamente nada que esteja ligado ao mundo tauromáquico em geral. Na verdade, repugna-me, não apenas pelo que fazem aos animais, mas por toda a envolvente e por toda a forma de estar associada”, escreveu no Facebook.

Contudo, o deputado afirma que a tourada é uma tradiçaõ e faz parte “integrante da sua cultura. Julgo que seria um erro proibir a tourada por vários motivos. Principalmente por não ser a forma mais eficaz nem a mais justa. Não me parece a mais eficaz porque as manifestações culturais não se decretam e porque iria suscitar uma onda de resistência contra a autoridade do Estado que iria ter de reprimir e prender.

O resultado do agendamento de sexta feira cumpriu assim, na verdade, dois grandes objectivos: dividiu trabalhadores em função de um gosto e de opções quando podiam ter passado o dia unidos a defender a limitação da crueldade dos patrões. Ao mesmo tempo, consolidou a posição dos aficionados que se mobilizaram e vão continuar atentos”.

Para concluir, Miguel Tiago justifica a sua posição “Espero, sinceramente, que encontremos melhores formas de pôr fim à tourada. Que respeitem aqueles que sempre a viram como tradição e que não criminalize populações inteiras”.

Deixe um comentário