Concorrente do ‘Big Brother 2020’ afirma que passam fome na casa e são manipulados

Pedro Soá foi expulso do ‘Big Brother 2020’ esta semana e não foi brando nas palavras. O concorrente garante que os participantes passam fome na casa mais vigiada no país e acusa ainda a produção de os manipularem. 

O ex-concorrente disse, à Nova Gente, que nunca lhe disponibilizaram um psicólogo e que sempre que dizia que queria sair a produção insistia para ficar. “A produção, por um lado, pedia-me para ter calma, mas por outro diziam ‘continue’, ‘faça’”, conta.

“Sinto que precisavam de mim, que me manipularam um bocadinho e que se aproveitaram de mim para muita coisa, porque viram que estava ali a pessoa indicada. Chegaram a dizer-me que havia atores principais e atores secundários e que eu era o ator principal”, recorda.

Acusa ainda que está tudo mal organizado e de passarem fome dentro da casa.  “Faltam alimentos. Eu cheguei a comer cascas de batata! São 18 pessoas dentro de uma casa com cento e poucos euros para uma semana”, disse. “Andam pessoas à volta da casa, eu não me sentia seguro e disse isso no confessionário. Andam pessoas ali à volta e podem dar-me um tiro”, salienta, recordando outro episódio.

“Eu tomo comprimidos para as alergias e até isso me queriam tirar, porque sabiam que isso ia provocar mais ansiedade. A medicação foi-me retirada, depois eu pedi, depois queriam retirar outra vez e eu disse que não”, rematou.

You may also like...