BRONCA: polícia ofereceu liberdade a Gerry se Kate confessasse crime e ela ia presa só 2 anos

BRONCA: polícia ofereceu liberdade a Gerry se Kate confessasse crime e ela ia presa só 2 anos

A dramática história do desaparecimento de Madeleine McCann do Algarve em 2007 parece não ter um fim! Passado cerca de 12 anos, continuam a surgir revelações únicas e há quem acredite que esteja viva.

Alegadamente, a polícia portuguesa oferece uma propost aa Kate McCann que a deixou extremamente ofendida. De acordo com o jornal The Sun, o seu marido Gerry ficaria em liberdade, caso ela admitisse que acabou com a vida da filha de 4 anos. Também tinha que indicar o local onde estava o corpo da criança e, desta forma, Katie apenas cumpria “dois anos de prisão”.

Naquela altura, o advogado que estava a ajudá-los chegou a dizer a Kate que seria “muito melhor” aceitar o acordo da polícia portuguesa. Caso não aceitassem, a probabilidade de serem acusados de homicídio seria elevada.

Estas declarações de Kate encontram-se no livre “Madeleine”. No final, recusou mentir e afirmou que, tanto ela como Gerry, são inocentes.

Deixe um comentário