Jovem que acabou com a vida da colega Beatriz Lebre morre na prisão

No passado dia 27 de maio, Rúben Couto foi apanhado pela polícia e confessou espancar a sua colega de mestrado em Psicologia, Beatriz Lebre. A jovem, natural de Elvas, perdeu a vida e o seu corpo foi atirado ao Tejo, em Lisboa.

Após ter saído do confinamento por causa da pandemia de Covid-19, Rúben Couto encontrava-se há 10 dias na Ala D do EPL. De hora a hora, o jovem de 25 anos estava a ser vigiado mas, apesar disso, ele cometeu o suicídio.

O óbito aconteceu entre as 22h e as 23h. De acordo com a CM, o jovem utilizou ligaduras da anterior tentativa de suicídio para se enforcar na cela.

You may also like...