Bárbara Norton de Matos desabafa sobre violência doméstica “Não pode continuar impune”

No Dia Internacional Pela Eliminação da Violência Contra as Mulheres, a atriz portuguesa não ficou indiferente e partilhou a sua personagem a ser agredida pelo companheiro da novela “Nazaré”.

Na publicação lê-se “Em Portugal, até agosto de 2020, foram assassinadas 20 mulheres e o terror não ficou por aqui! Até novembro de 2020, foram mais 10. 30 mulheres assassinadas, maioritariamente pelos seus (ex)companheiros, (ex)namorados ou (ex)maridos; maioritariamente em contextos de intimidade e de violência doméstica.

Desde 2004 já houve perto de 570 femicídios em Portugal: 35,6/ano; 2,9/mês. Em média, uma mulher assassinada de dez em dez dias. O terrorismo contra as mulheres não pode continuar impune!
Exigimos o fim de todas as violências contra as mulheres e as mãos, como um stop, mostram que nos importamos!”.

You may also like...