“Avô dos cuidados intensivos” que acalmava e embalava recém-nascidos morreu aos 86 anos

Um reformado voluntário no Hospital Pediátrico de Atlanta foi apelidado como o “avô dos cuidados intensivos”. Na Unidade de Terapia Intensiva, David Deutchman embalava e reconfortava recém-nascidos, enquanto os pais descansavam durante umas horas.

Num comunicado oficial lê-se “O Hospital Pediátrico de Atlanta estende as suas mais profundas condolências à família de David Deutchman. David era um voluntário de longa data na Unidade de Terapia Intensiva pediátrica e neonatal por 14 anos, oferecendo apoio a muitos pacientes e famílias. Nunca esqueceremos esta lenda incrível e as incontáveis vidas que tocou”.

No final de outubro, este “avô” descobriu que sofria de cancro pancreático metaestático e perdeu a vida duas semanas e meia depois, com 86 anos.

You may also like...