Autópsia de Valentina revela descolamento do crânio e sofrimento de treze horas

Foram revelados detalhes da autópsia de Valentina, a menina de nove anos que foi assassinada em maio,  na serra D’el Rei, em Peniche. Os pormenores são macabros e mostram uma “morte violenta”. 

“Descolamento do crânio, convulsões e a agonizar durante horas no sofá de casa”, lê-se na imprensa. A menina ficou ainda “treze horas a agonizar em casa, depois de ter sido abanada e agredida”. Foram encontradas ainda marcas de agressões antigas. De recordar que Sandro Bernardo, pai de Valentina, e a madrasta da menina  estão em prisão preventiva.

You may also like...