Ana Bustorff fala do CANCRO na bexiga “Como foi um sítio perto…fica-se com aquilo tudo queimado””

Numa conversa intimista com Daniel Oliveira no programa “Alta Definição”, a atriz Ana Bustorff de 59 anos revelou pormenores do pesadelo que viveu, após descobrir que tinha um cancro grave na bexiga.

“Detetei por acaso a doença, numa consulta de rotina a que fui de controlo da mama, do útero, dos ovários… A médica disse que a bexiga tinha uns contornos… Não tinha sintoma nenhum, não urinava sangue. É um tumor maligno, de alta malignidade. O médico na altura até me disse que não há tumores na bexiga benignos e que são muito recorrentes. É também uma zona do teu corpo um bocadinho esotérica, tem a ver com a anca, com a bexiga, com a segurança, com o medo, com a tua estrutura a ser muito abalada.

Foi necessário fazer quimioterapia durante um ano e meio. Foi aí que me caiu a ficha…A quimio custa muito. Nos primeiros três meses era uma vez por semana. O que me custou mais foi o dinheiro que tive de gastar nessa altura. A quimio depois tem de ser feita no sítio onde és operada. Eu tinha de regressar, até porque tinha a estrear um espetáculo na altura… Levantava-me às cinco e meia da manhã, apanhava o comboio para o Porto, fazia a quimio e depois voltava de comboio à noite, eles iam-me buscar e ia direta para o teatro.

Aguentei bem. O pior foi psicologicamente. Como foi um sítio perto do meu órgão reprodutor, fica-se com aquilo tudo queimado… Eles punham biombos mas eu tirava os biombos para falar com as pessoas e aquilo passava mais rápido”, revela.

You may also like...