Agente de viagens desvia mais de 200 mil euros de cartão de crédito de CR7

Ao longo de mais de 3 anos, o futebolista português Cristiano Ronaldo foi burlado por uma funcionária de uma agência de viagens. O craque confiou-lhe os cartões de crédito e os respetivos códigos e, alegadamente, ele não é a única vítima.

De acordo com a imprensa, a empresa Gestifute e o agente Jorge Mendes, bem como Manuel Fernandes e Nani foram também burlados. Em 2017, esta mulher de 53 anos foi condenada pelo Tribunal do Porto a uma pena suspensa de 4 anos e encontra-se a indemnizar o antigo patrão com pagamentos mensais.

No total, eles foram lesados em 350 mil euros!