A homenagem de Rodrigo Guedes de Carvalho a Filipe Duarte no ‘Jornal da Noite’

Filipe Duarte morreu na madrugada desta sexta-feira, aos 46 anos, vítima de um ataque cardíaco. No ‘Jornal da Noite’, da SIC, Rodrigo Guedes de Carvalho fez uma merecida homenagem ao ator.

“A morte de Filipe Duarte não tem nada a ver com a pandemia e no entanto tem. Porque veio absolutamente inesperada no momento em que o nosso desespero coletivo já vê uma luz ao fundo do túnel, quando voltamos a fazer planos, pensamos num recomeço”, começa por dizer.

“É uma trágica ironia que o Filipe tenha caído num dia assim, com sol, entre conversas sobre esperança. Ganhou o carinho de milhões de portugueses e muita justamente. A mim hoje morreu-me um amigo e a tanta gente morreu hoje um enorme amigo. E o que ele era, como era com os outros, não há palavras que o descrevam ou que caibam aqui”, acrescenta.

“Tinha 46 anos e por isso há muita raiva misturada com a dor. A partida do Filipe não tem nada a ver com o vírus, mas tem. Como nos pediu Maria de Sousa no poema que aqui li, esta semana: ‘Carpe Diem’, aproveitai o dia, cada dia, sempre”, remata.

You may also like...